Momento econômico do mercado de locação de galpões logísticos no Brasil

Momento econômico do mercado de locação de Galpões Logísticos no Brasil

O cenário no mercado de locação de galpões logísticos no Brasil, ainda, se mantém morno.  Apesar do aumento das consultas por parte de empresas interessadas em novas locações, há, ainda, um certo graus de desconforto sobre a aprovação e efetivação das medidas econômicas adotadas pelo governo Temer, além claro, da preocupante crise financeira dos Estados e Municípios brasileiros. Neste cenário de incertezas, um novo “player” entra no jogo. Donald Trump, que acaba de ser eleito presidente dos Estados Unidos e que gera muita especulação sobre os rumos da maior economia do planeta. A crise econômica que vivenciamos, somadas as incertezas futuras, derrubaram investimentos e que por consequência, atingiram diversos setores da economia. Reduzindo o crescimento e afetando diretamente os consumidores, seja pelo desemprego ou o medo deste. Os consumidores botaram o pé no freio.

A taxa de vacância ocorre apenas pela devolução de galpões?

Não, há outro fator a ser considerado. Entre a aquisição de um terreno e a entrega das chaves de um empreendimento, prédios de escritórios, galpões, apartamentos etc, há um período de no mínimo 36 meses. Se voltássemos ao passado, em 2012 / 2013, vivíamos um ciclo primoroso de crescimento e com perspectivas otimistas de crescimento sustentável. Havia pouca oferta de imóveis e a consequência, foi a valoração dos imóveis. Pouca oferta, preços valorizados dos imóveis e expectativa de crescimento econômico foram sinalizadores para que investidores apostassem no seguimento imobiliário. Simples? Nem tanto, os números se inverteram na fase de construção, e o pico de entrega destes empreendimentos se deu em 2015 e 2016. Oferta maior de imóveis, com baixa demanda, valores em queda.

Há muita oferta de locação de galpões logísticos no Brasil?

Não. Para se ter uma ideia, em 2014, o Brasil possuía um inventário de aproximadamente 8 milhões de metros quadrados, número inferior, por exemplo, ao do México, com metragem de aproximadamente 180 milhões de metros quadrados. Nossa economia é muito mais que a Mexicana.

O mercado de aluguel de galpões logísticos crescerá no Brasil?

Sim, o Brasil tem um enorme mercado consumidor interno e empresas nacionais fortes. Atualmente, 70% dos trabalhadores estão hoje na economia formal e 30% na informalidade, o que dá sustentação para um grande mercado de consumo.  Mercados como o de E-Commerce, Farmacêutico e Alimentícios irão impulsionar a locação de empreendimentos logísticos.

Quais as principais vantagens de alugar um galpão em condomínio logístico?

Mais modernos e construídos de forma a otimizarem operações logísticas, estes imóveis se diferem de outros por seu pé direito, com altura de 12 metros, resistência de piso elevada e elevado número de docas que são facilitadores para operações dos mais diversos na cadeia logística. Entretanto, um dos principais fatores são o rateio de despesas de portaria e segurança e por consequência a redução dos custos de operação.

Os preços de locação de galpões podem cair mais?

Depende. Os preços de locação de galpões logísticos no Brasil, devem se estabilizar e pode haver pequenas variações de valores aos praticados hoje, entretanto ao menor sinal de recuperação econômica os preços tenderam a subir gradativamente.

Qual o principal motivo para alugar um galpão logístico no atual cenário?

Além dos valores mais agressivos, há possibilidade de flexibilização de carências e descontos por parte dos proprietários. O momento atual é do locatário.

Para saber mais sobre nossas disponibilidades, acesse: http://galpaoaluguelevenda.com.br/

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *